Morar legalmente nos Estados Unidos com cidadania italiana? É possível!

A Itália é um país incrível. Dona de uma história riquíssima e uma cultura pujante, a Itália é, com certeza, um dos países mais cobiçados por brasileiros. Além dos fatores sócio-culturais tão benéficos que o país apresenta, a Itália também possui um índice de desenvolvimento muito alto, com uma economia sólida e participação importante na geopolítica mundial. Uma verdadeira potência. Nisso, muitos não só desejam se mudar para o país, mas realmente tem como plano se tornarem cidadãos legítimos do país. Mas como isso acontece? E após isso, sabia que é possível morar legalmente nos Estados Unidos com cidadania italiana?

Bom, para aquelas pessoas que possuem algum ascendente de origem italiana, o país reconhece também cidadão italiano, passando este a ter todos os direitos e deveres de qualquer outro cidadão que tenha nascido em território da Itália. E além de todas as vantagens que nós mencionamos acima que o país esbanja, ser um cidadão italiano significa ter um passaporte italiano, este que, por sua vez, permite a entrada em um número bem expressivo de países pelo mundo.

Ou seja, a liberdade de viajar e viver no lugar que você deseja!

Inclusive, com o passaporte Italiano você consegue morar legalmente nos Estados Unidos, coisa que é o sonho de muitas pessoas. Você sabia que isso é possível? Sabe como conseguir esse feito?

Para responder essas e outras perguntas, nós preparamos este texto com todas as informações que você precisa saber sobre o tema. Siga com a sua leitura até o final e confira!

cidadania italiana estados unidos

Como ter o reconhecimento de cidadania italiana?

Bom, a primeira coisa que precisamos entender antes de tudo é como funciona o reconhecimento de cidadania italiana, pois é a partir dele que teremos o passaporte, e por conseguinte, o direito de morar legalmente nos Estados Unidos.

A Itália reconhece como cidadão qualquer pessoa que seja descendente de um italiano, sem que hajam limites geracionais para tal. Sendo assim, qualquer filho de italiano, mesmo que não possua o sobrenome ou tenha nascido em outro país do mundo, é considerado um legítimo cidadão da Itália.

E para dar entrada ao processo de reconhecimento da cidadania, a pessoa deve apresentar documentos que possam comprovar a veracidade dos fatos. É necessário a apresentação de certidões de nascimento, casamento e óbito de todos os ascendentes. Dando entrada ao processo no consulado italiano (com as certidões devidamente apostiladas e traduzidas por profissionais juramentados) e com a aprovação do país, a pessoa ganha a sua cidadania italiana e passa a ter todos os direitos de um italiano, como o seu passaporte.

Quer entender tudo sobre o processo? Confira nosso artigo completo sobre cidadania italiana 2020!

Morar legalmente nos Estados Unidos com cidadania italiana

O número de pessoas que tem como sonho morar nos Estados Unidos não é pequeno. O número de brasileiros que buscam informações sobre como podem fazer isso legalmente é crescente e bem expressivo. E para aqueles que possuem o passaporte italiano, esse sonho pode se tornar uma realidade. Com o passaporte europeu você tem acesso a um número gigantesco de países, devido a acordos feitos pela União Européia com várias regiões do mundo.

Em relação aos Estados Unidos, mais precisamente, há um Tratado de Comércio que foi firmado por alguns países do continente europeu (inclui-se aí a própria Itália), permitindo assim, que pessoas que possuem dupla cidadania (como é o caso dos ítalo-brasileiros, por exemplo) possam estar se beneficiando do direito de morar legalmente nos Estados Unidos da América com sua família, caso seja um investidor nesse país.

Até aqui, acredito que não haja nenhuma novidade para você que está lendo, até porque também existe algo semelhante aos brasileiros, permitindo residência nos EUA para o caso dos investidores. Porém, há uma diferença grande com relação ao valor desse investimento. Para os brasileiros, o valor mínimo de investimento é de 500 mil dólares, já para aqueles que possuem o passaporte italiano, o valor decai enormemente, passando para apenas 100 mil dólares.

italia estados unidos cidadania passaporte

Como morar nos EUA sendo cidadão italiano?

Como é auto-sugestivo, o primeiro requisito é ter a cidadania italiana. Para aqueles que já são reconhecidamente cidadãos do país, é preciso dar entrada na solicitação do visto chamado E-2, que dá direito ao aplicante e também à sua família a poderem morar legalmente nos Estados Unidos da América.

Com um visto como esse, você e sua família passa a ter direito ao sistema de saúde, assim como o sistema de ensino, não podendo votar nas eleições e também não recebendo o chamado “Green Card”. Basicamente, serão residentes do país, mas não receberão a cidadania americana.

E como dar entrada ao visto E-2? Bom, para isso você precisará investir capital no país, ou seja, montar algum negócio legítimo por lá.

A empresa precisa realmente existir e pode produzir bens e serviços, além de dar lucro, obviamente. Não existem restrições quanto ao ramo de atuação e exercício de atividade, também não sendo necessário ter experiência prévia no Brasil/Itália como empresário, afinal, cada país possui suas peculiaridades culturais, seja na estrutura econômica ou política.

Em outras palavras, ser um empresário brasileiro/italiano é muito diferente de montar e gerir um negócio em território americano.

Visto E-2 duração

Normalmente, o visto E-2 possui uma duração de 5 anos, e pode ser prorrogado indefinidamente, desde que o negócio aberto se mantenha lucrativo. Basicamente, o empresário precisa ser bem sucedido nos Estados Unidos para ter direito a morar por lá por tempo indeterminado, desde que, o Tratado de Comércio que concede esse direito continuem em pleno vigor.

Também é preciso mencionar que os filhos que tenham menos de 21 anos de idade também são cobertos pelo visto E-2 e nada impede que, ao passar dessa idade, também possam obter o seu visto de estudos e cursar uma faculdade do país, posteriormente conseguindo um visto de trabalho e também mantendo o seu direito de morar lá.

Além disso, também se mostra obrigatório que o detentor da cidadania italiana seja o administrador do negócio aberto nos EUA, podendo o seu cônjuge trabalhar em qualquer outro ramo ou atividade econômica.

Enfim pessoal, era isso. Espero que tenha contribuído positivamente e sanado todas as dúvidas! Nos vemos na próxima!

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *